Mulheres Indianas Lindas – Fotos e imagens

publicidade:

Confiram este artigo sobre Mulheres Indianas Lindas – Fotos e imagens!!!

publicidade:

Logo que a novela caminho das índias foi a ar, ganhou inúmeros fãs principalmente pelas suas mulheres indianas lindas, bem vestidas com seus saris e com maquiagem de olhos marcantes. As mulheres indianas possuem uma beleza unica e inconfundível por isso, trouxemos hoje centenas de fotos de mulheres indianas lindas. Confiram:

publicidade:

Mulheres Indianas Lindas – Fotos e imagens

Cultura das mulheres indianas
Não deve ser fácil para uma mulher ocidental viver num país cheio de crenças, superstições e rituais, onde ela só pode pronunciar o nome do marido no dia do casamento e jamais poderá chamar sua sogra pelo nome. É exatamente isso o que acontece na Índia, além de outras coisas totalmente fora do comum para nós ocidentais.
Uma moça (ou menina) não pode escolher seu pretendente, pois o compromisso da união é com a casta a que pertence e não com seus sentimentos. E, para protegê-la contra a esperteza do coração, nada melhor que lhe providenciar um casamento, o quanto mais jovem possível, como fazem os pais. Por isso, vemos tantas crianças viúvas, sofrendo o martírio do afastamento social, porque o jovem marido morreu, ainda que não tenham vivido um dia juntos. Mesmo assim, elas são feitas viúvas e desligadas da sociedade.
A esposa vai morar na casa do marido, junto com os sogros e toda a família, servindo aos caprichos da sogra. Deve deixar suas roupas usadas para trás, levando apenas as novas. Essa é uma forma de não ficar apegada à vida anterior e levar sorte para a nova. O mais engraçado nessa superstição é que o marido não abre mão de coisa alguma. A mulher precisa se livrar do apego, mas o homem jamais. A esposa ainda deve usar o mangala (um colar que representa o compromisso de união, fidelidade, lealdade e boa sorte), também é um meio de mostrar que está casada. O mangala deve corresponder às nossas alianças.
A situação da viúva é uma aberração, pois o Código de Manu mais parece um instrumento de flagelo em sua vida. As leis embutidas em tal código dizem que, para honrar a memória do marido, uma viúva “decente” e exemplo moral para toda a família, jamais poderá conhecer o suor de outro corpo. Tem que definhar sozinha, honrando a memória do “digníssimo”, mesmo que esse tenha sido um carrasco em vida. Ela deve ser a personificação do bom exemplo, que é ser uma esposa ideal e devotada.
publicidade:

Deixe uma resposta